CONTADOR DE HOMICÍDIOS 2014

Águas Belas - 05
Angelim - 02
Bom Conselho - 07
Brejão - 01
Caetés - 06
Calçado - 01
Canhotinho - 07
Capoeiras - 04
Correntes - 05
Garanhuns - 19
Iati- 03
Jupi - 04
Jucati - 02
Lajedo - 09
Lagoa do Ouro - 02
Palmeirina - 03
Paranatama - 00
Saloá - 02
São João - 06
Terezinha - 02

BLOGS E SITES PARCEIROS

sábado, 13 de setembro de 2014

Ontem (12) dois elementos armados assaltaram um Mercadinho na Rua Tursilho Sacobina, centro de Correntes. A Polícia Militar foi informada de que dois elementos desconhecidos a abordaram a vítima com armas de fogo em punho e anunciaram um assalto tendo conseguido levar a quantia de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) em espécie. Após o roubo os assaltantes se evadiram do local seguindo destino ignorado.

A polícia realizou incursões na área a fim de deter os marginais, porém, sem êxito.

O outro mercadinho assaltado foi na Rua Barão de Lucena, no centro da cidade. Também dois elementos armados que chegaram ao estabelecimento e anunciaram o assalto, tendo conseguindo levar a importância de R$ 370,00 (Trezentos e setenta reais) em espécie. Na ação os assaltantes utilizaram uma Moto Honda Twister de cor amarela e placa não identificada.

Compartilhe   

terça-feira, 09 de setembro de 2014

Afogamento em CorrentesDesde o último domingo (7), um agricultor de 31 anos estava desaparecido no município de Correntes. O corpo dele foi localizado na manhã desta terça-feira (9), no Rio Salomão, zona rural de Corrente.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima é Antônio Ricardo da Silva, morador da zona rural daquele município.

afogamentoFamiliares informaram à polícia que ele bebia com amigos, as margens do rio, no domingo, quando mergulhou nas águas e a correnteza o levou.

Uma equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros fez buscas no rio até o final da tarde de ontem, mas o corpo não foi localizado. Na manhã desta terça-feira (9) o cadáver foi encontrado boiando, nas margens do rio.

Policiais civis da cidade de Correntes estiveram no local e o corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru.

Compartilhe   

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

01Os Jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia da cidade de Correntes, realizaram no último domingo dia (24) “O Desafio 30” uma Caminhada Ecológica a pé com mais de 30 Km, organizada pelo Ministério Jovem da referida Igreja.
02Desafio este que busca resgatar a coragem e determinação da força jovem da igreja. O início da caminhada foi as 05:40 da manhã com retorno as 16:30. “Foi cansativo, porém muito bom, e em breve estaremos lançando o próximo desafio”.

Compartilhe   

domingo, 24 de agosto de 2014

José MariaMeus profundos sentimentos aos que perderam a vida no acidente do dia 13 de agosto. Fica um imenso vazio entre os seus. Entristece a tantos outros cujas esperanças igualmente caíram neste dia. Nessa ocasião, como não comungar das palavras do pastor John Donne citado em Hemingway: “A morte de cada homem diminui-me, porque eu faço parte da humanidade; eis porque nunca pergunto por quem dobram os sinos: é por mim”. Ou do grande acadêmico José Cândido de Carvalho: “Quem morreu, não foi ele. Foram as coisas, que deixaram de ser vistas pelos seus olhos, os objetos que sua mão não mais toca. Todos estão defuntos”. A dor é figadal, mas não há o que fazer diante do inevitável destino reservado ao homem desde o nascituro: MORRER. Numa relação de complementaridade, a morte caminha lado a lado com a vida. Trágica/Severina ou de outra forma, indiferente e indistintamente, ela chega. No plano terrestre, nem toda morte tem igual peso. Uns parecem transcender a mera condição humana. Fica o legado que o imortaliza. Posto isso…

DP traz matéria sobre o número de homicídios ocorridos no primeiro semestre de 2014, crescendo quase 10% em relação ao mesmo período do ano anterior. Foram 1753 contra 1600. Chama a atenção o mês de junho com aumento de quase 25% comparado ao de 2013: 308 para 247. Abril e maio já haviam registrados aumentos significativos com percentuais de 21% e 18%. Diante de tanta negatividade se conclui: ERA UMA VEZ. E no mesmo dia da matéria com os números negativos da violência, o JC trouxe um alerta para a cidade de Altinho no agreste do estado. A cidade virou “Terra sem lei”. Não existe mais delegado, e nem policiamento. A delegacia foi fechada. Assaltos e outros delitos se sucedem e à noite os moradores se recolhem. Sem um estado que a abrigue, a população indignada resolveu fazer justiça à moda faroeste: com as próprias mãos. Um homem suspeitou de roubo foi espancado. Retrato de um ESTADO VACANTE. O mesmo JC trouxe matéria divulgando mudanças em órgãos das instituições policiais com a finalidade de que o quadro não recrudesça mais ainda, é a dança das cadeiras. Reação do governo ao descontentamento com o surto da violência no primeiro semestre do ano. O tempo urge.

Quase certo que tudo se explique pelo tratamento a que foi submetido o servidor policial. Ele que acreditara na promessa de ser reconhecido pelo seu empenho, hoje se vê na situação de ignorado. O resto de governo que sobrou faz parecer que a categoria nem existe. Movimentações para que lhe fosse acenado um aumento que restituísse sua dignidade — mais do que qualquer um outro profissional, tem sua vida em risco permanente —, em nada resultou. Categorias consideradas dependentes do servidor policial nem precisaram se movimentar, advindo o reconhecimento e tudo a despeito da lei eleitoral/responsabilidade fiscal e desculpas outras. Agora em janeiro receberão seus contracheques com valores bem corrigidos, míseros 150%, 200%. Para o servidor policial há de se iniciar uma nova negociação, ou uma nova LUTA (quase literalmente), o governo precisando ser convencido do justo que é reconhecer o trabalho do profissional de segurança, área delicada onde o país e o estado são constantemente alvos de críticas em relatórios da comunidade internacional. Para alguns especialistas, fundamentalmente o problema passa pela União. Deveria chamar para si a responsabilidade como fez na educação, subsidiando o salário dos professores. Promessa de campanha da então candidata Dilma Rousseff no seu primeiro mandato, as PEC’s das polícias foram engavetadas. Resolveriam o problema, acabando de vez com essas manifestações que culminam em estado grevista. O direito de greve é garantia do servidor público, mas como o Congresso Nacional ainda não regulamentou esse direito, faz valer as mesmas regras do setor privado, vedando o referido direito a grupos armados, os policiais. Ninguém desconhece. A ele infelizmente se recorre pelo DESCASO das autoridades ante um problema que perdura. Paralisação das polícias e sem demora se manifestam com pronta argumentação de ilegalidade. Nem ao direito comum a todos e garantido pela Carta Magna — como o de reunião, no qual se inclui a passeata — querem vê-lo exercido pela categoria. Recentemente, policiais do estado se utilizando desse direito levaram ao governo e ao povo pernambucano (mostrou solidariedade) sua indignação. Para espanto de um estado democrático de direito, fizeram uma leitura de um quadro subversivo e atentador das autoridades constituídas. Nem na China.

Um novo governo se anuncia. Renovam-se as esperanças. Que a preocupação primeira e maior seja com o servidor público. É O PRINCIPAL AGENTE DE TRANSFORMAÇÃO. Pouco adianta um meio provido com um profissional insatisfeito. Nem sempre o inverso é verdadeiro. Mas chega de discurso. É preciso comprometimento. Serviço público de qualidade necessariamente passa por um profissional valorizado. Ou inevitavelmente se cairá naquele bem conhecido jargão: o estado finge que paga e o servidor finge que trabalha. O resultado? Tem-se aqui uma amostra que não se via. Têm-se nas Alagoas da vida.

José Maria/Cidadão.

Compartilhe   

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Arma apreendida hoje dia 22-08-2014Em uma ação rápida na manhã desta sexta-feira (22), policiais da cidade de Correntes conseguiram prender um homem em atitude suspeita em um hospital da cidade, após terem identificado e realizado uma busca pessoa,l localizaram com o mesmo um revolver calibre 38 municiado, o homem foi conduzido para a delegacia de Lagoa do Ouro onde foram adotadas as medidas cabíveis.

Correntes faz parte da 3ª Companhia de Policia de Bom Conselho, que é comandada pelo Capitão Gilson Cerqueira, o comandante e sua tropa tem intensificado as ações não apenas em Bom Conselho mais também nas outras 04 (quatro) cidades que fazem parte da 3ª Companhia (Terezinha, Brejão, Lagoa do Ouro e Correntes).

Compartilhe   

domingo, 17 de agosto de 2014

moto apreendidaO efetivo do GATI 9º BPM de Garanhuns realizava rondas por volta das 17h de sábado (16), no município de Correntes quando abordou clientes de um Bar, no Povoado Campo da Sementeira, e ao consultar a moto de placa DUX-7098/SP foi contatado que o chassi estava adulterado. Com apoio do Núcleo de Inteligência do Agreste (NIA) foi consultado o referido chassi e a placa verdadeira era MUQ-9682. A moto de cor preta era da cidade Arapiraca-AL, e constava com queixa de roubo.

O proprietário da moto informou a polícia, que tinha comprado a moto a outra pessoa, a qual disse a PM que adquiriu a moto em uma troca de animais. As partes envolvidas foram conduzidas a Delegacia Regional em Garanhuns para as medidas cabíveis.

Compartilhe   

quinta-feira, 07 de agosto de 2014

Uma mulher de 22 anos residente em Correntes foi presa ontem à tarde ao tentar furtar roupas de uma loja, localizada na Avenida Santo Antônio, centro de Garanhuns.

De acordo com a polícia, Laíze de Oliveira tentou sair do referido estabelecimento com: 01 cinto, 01 calça, 01 blusa, 01 camiseta, 08 blusas femininas e 17 calcinhas. O valor da mercadoria apreendida foi de aproximadamente R$ 500 reais.

Segundo a PM, seguranças da loja perceberam a ação da mulher e chamaram a polícia. Ela foi presa em flagrante e conduzida a 1ª Delegacia de Polícia Civil.

Compartilhe   

sábado, 02 de agosto de 2014

Capitão GilsonA 3ª Companhia da Polícia Militar em Bom Conselho, que engloba as cidades de: Brejão, Terezinha, Lagoa do Ouro, Correntes e Bom Conselho. Encontra-se com novo Comandante, saiu o Capitão Demétrius e assumiu na manhã da última quarta-feira (30), o Capitão Gilson Cerqueira. A solenidade de troca de comando aconteceu na AABB, onde estiveram presentes os policiais pertencentes à companhia.
Também participaram da solenidade o Delegado Regional de Arapiraca e da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico, Dr. Mário Jorge Barros; O chefe da 4ª Delegacia de Arapiraca, Dr. Eldson Matos e o Delegado de Correntes e Lagoa do Ouro, Alisson Câmara.
Capitão Gilson 2Gilson foi bastante enfático ao falar do trabalho em equipe que deve ser realizados por todos os policiais. Também destacou a importância da população na colaboração com o trabalho da polícia, levando informações pertinentes para coibir o crime.

Com relação ao trânsito, Capitão Gilson, destacou a responsabilidade dos municípios, onde deveria ser criada uma autarquia de trânsito para regulamentá-lo, ele informou que entrará em contato com os prefeitos que engloba a 3ª CPM-Bom Conselho, para debater uma solução para esse problema. Mas deixou claro que irá combater as práticas irregulares realizadas pelos condutores.

Com informações do Blog do Argonauta, www.oargonautabc.blogspot.com.br

Compartilhe   

sábado, 02 de agosto de 2014

Na tarde de sexta-feira (1), populares encontraram um feto jogado dentro de um lixão no Loteamento Atalibal Victor, próximo ao Matadouro de Correntes. De acordo com a polícia, populares viram vários urubus no local e perceberam que eles devoravam um feto. A Polícia Militar foi acionada e ao chegar no local constatou que se tratava de um feto do sexo masculino com aparentemente quatro meses de gestação. A Polícia Civil foi informada do caso e encaminhou o corpo ao IML de Caruaru.

Compartilhe   

terça-feira, 22 de julho de 2014

Trabalhadores que trabalham na reforma do prédio em uma creche em Correntes informaram a polícia que quando chegaram para trabalhar na manhã desta segunda-feira (21), observaram que o prédio tinha sido arrombado e do mesmo levado algumas ferramentas, o policiamento realizou diligencias mais não conseguiu identificar suspeitos. As vítimas foram orientadas a registrar um Boletim de Ocorrência na delegacia.

Compartilhe